Geral

Após vaga heroica no Chile, Atlético-PR desembarca em Curitiba com festa

Com recepção de 500 torcedores, delegação do Atlético-PR desembarca às 00h10 desta sexta-feira; Carlos Alberto é o mais ovacionado. Foco, agora, é o Campeonato Brasileiro

Após a heroica classificação às oitavas de final da Libertadores, a delegação do Atlético-PR desembarcou em Curitiba com festa de sua torcida na virada de quinta para sexta-feira. O Furacão venceu a Universidad Católica por 3 a 2, terminou em segundo no Grupo 4 e garantiu a vaga.

Cerca de 500 torcedores receberam o grupo. O meia Carlos Alberto – decisivo, com um gol e uma assistência – foi o mais procurado para fotos e autógrafos. Os atacantes Douglas Coutinho e Grafite também atraíram a atenção. Já o goleiro Weverton aproveitou a saída dos primeiros jogadores, deixou o saguão pelo canto e conseguiu escapar da confusão.

Um dos torcedores presentes, Lucas França Schembeger, de 19 anos, comentou sobre o nervosismo durante o jogo da noite de quarta e destacou a recepção ao grupo atleticano:

– O jogo foi de testar os nervos do torcedor, coração batendo forte, tremendo. Na hora que deu o apito final, só aquela gritaria, perdendo a cabeça. Hoje a gente veio aí porque é dever do torcedor, né? Estar junto com o time, apoiando e mostrando para eles que a gente está junto até o final. Eles merecem – afirmou o torcedor.

Foco no Brasileirão

O Atlético-PR, agora, volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. O próximo compromisso será contra o Grêmio, às 16h (horário de Brasília) de domingo, na Arena da Baixada.

O Furacão vem de derrota por 6 a 2 para o Bahia, fora de casa, na estreia da competição. Mas, nessa partida, o Rubro-Negro não teve oito titulares – entre machucados e poupados.

Para domingo, Paulo Autuori só não terá o zagueiro Marcão, que é reserva e está suspenso. Com isso, ele deve manter a base do time escalado na vitória sobre a Católica.

Um provável Atlético-PR conta com Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley (Nicolas); Otávio, Matheus Rossetto e Lucho González (João Pedro); Nikão, Guilherme e Grafite (Eduardo da Silva).