Geral

Botafogo confirma procura do Corinthians por Emerson: “Conversas superficiais”

Dirigente corintiano coloca zagueiro próximo do Parque São Jorge. Presidente do Glorioso ressalta boa relação entre clubes, mas prega cautela quanto acerto: "Estou até surpreso"

Além da falar sobre estádio, Flamengo e arbitragem, o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, comentou sobre a negociação envolvendo Emerson Santos e Corinthians. Após o sorteio das semifinais da Copa do Brasil, o dirigente confirmou o interesse do clube paulista, mas negou que as conversas estejam adiantadas.

– As conversas foram muito superficiais. Estou até surpreso com o grau de detalhamento que foi colocado na imprensa e saiu nas redes sociais. Não está tão perto de haver um entendimento assim não – disse Carlos Eduardo.

 

Emerson Santos não foi relacionado no último sábado, contra o São Paulo (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Emerson tem contrato com o Botafogo até dezembro e, desde o ano passado, recusou algumas ofertas do clube. Dificilmente ele permanecerá no Botafogo em 2018, o que pode facilitar uma saída imediata.

– O Corinthians é um clube com o qual temos um bom relacionamento. Como o Emerson não quer renovar com o Botafogo, é possível que estejamos abertos para haver uma negociação – ressaltou o presidente do Botafogo.

As palavras do dirigente contrastam com o otimismo corintiano. Neste domingo, Flávio Adauto, diretor de futebol da equipe paulista, colocou Emerson perto do Parque São Jorge.

– Nos falamos e estamos esperando agora uma resposta do Botafogo. Negociação, termos financeiros, aquele negócio de conta para lá, conta para cá… Acho que esta semana a gente deve fechar isso aí – declarou, depois do empate em 1 a 1 com o Flamengo, neste domingo, na Arena.

Na última quinta-feira, o empresário e os pais do defensor estiveram no CT Joaquim Grava. Ele está livre para assinar um pré-contrato desde o início do mês, mas a diretoria corintiana quer tê-lo agora e não pretende entrar em litígio com os botafoguenses.