Geral

Com apoio da Faculdade de Ciências da Saúde da UFGD, as comunidades hospitalar

 

Com o objetivo de reestruturar os serviços da Unidade de Telessaúde, foram entregues na manhã de hoje (9) as obras de readequação do setor no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD). O espaço, anteriormente ocupado por duas grandes salas de aula, foi reformado e, agora, além das salas, conta com ambientes específicos para videoconferências, cursos presenciais e à distância e web aulas.

Os serviços foram executados em dois meses e receberam investimento de cerca de R$ 76 mil, oriundos de verba da Faculdade de Ciências da Saúde (FCS) da UFGD. As duas salas de aula, que tinham capacidade para 100 alunos cada, foram reduzidas – agora comportam até 60 pessoas – e deram espaço para três novos ambientes: uma sala de videoconferência, uma sala de Telessaúde e um laboratório de informática.

Além da mudança no layout do espaço, foram realizadas adequações para melhor ambiência e sustentabilidade, como a instalação de divisórias de isolamento termoacústico, o rebaixamento do forro, proporcionando maior conforto acústico e melhor aproveitamento do sistema de ar condicionado, e a substituição de todo o sistema de iluminação, com o emprego de luminárias de maior refletância e lâmpadas de LED.

Durante a cerimônia de entrega das obras, o superintendente do hospital, Ricardo do Carmo Filho, ressaltou a importância da parceria entre HU e UFGD, por meio da reitoria, de pró-reitorias e da FCS, cujos cursos de graduação são o motivo maior da existência da instituição. “A integração entre universidade e hospital é essencial para a manutenção do ensino, da pesquisa e da extensão na área da saúde, sendo a parceria da FCS muito importante para que o HU se estabeleça, cada vez mais, como um hospital de ensino, aliado à assistência em saúde”, afirma.

Além do superintendente, participaram do ato representantes de gerências, setores, divisões e unidades do HU-UFGD, o vice-reitor da UFGD, Marcio Eduardo de Barros, a diretora da FCS, Silvia Aparecida Oesterreich, e outros integrantes da gestão da faculdade.

Novos espaços

Ao lado da Biblioteca do HU-UFGD, o ambiente da Unidade de Telessaúde foi reformulado para impulsionar a prática, que se utiliza da Tecnologia da Informação para promover a comunicação especializada entre profissionais, residentes e acadêmicos da área de saúde. É por meio da Telessaúde, por exemplo, que estudantes de Medicina podem acompanhar, ao vivo, uma cirurgia que está sendo realizada em outro estado ou país.

Também se englobam no universo da Telessaúde, o acesso a cursos à distância, vídeo e webconferências, web aulas e serviços como a teleconsultoria, que possibilita o esclarecimento de dúvidas e a discussão de casos clínicos com equipes de saúde de todo o mundo, altamente qualificadas.

Para tanto, a comunidade acadêmica e hospitalar que fará uso dos novos espaços conta com uma sala de videoconferência, onde grupos de até 15 pessoas poderão participar de reuniões, aulas e capacitações com o uso de tecnologia específica, que permite a interação entre os usuários por meio de câmeras, telão e microfones.

Além disso, individualmente, profissionais, residentes e alunos terão a possibilidade de conectar-se ao ambiente interativo na sala de Telessaúde, local equipado com cinco estações contendo computadores, webcams e headsets (fones de ouvido com microfones acoplados).

Já no laboratório de informática, 13 computadores poderão ser usados simultaneamente durante aulas, treinamentos e diversas outras ações de tele-educação, assim como para consultas a conteúdos on-line e execução de trabalhos.

Novos projetos

De acordo com a chefe da Unidade de Telessaúde do HU-UFGD, professora Maria Cristina Correa de Souza, o objetivo com a reforma é expandir serviços e estimular a comunidade hospitalar no uso de tecnologias da informação e comunicação na área da saúde.

“A equipe está fazendo um planejamento a curto, médio e longo prazo. Serão ofertados cursos, acesso à bibliotecas virtuais e web aulas. Também está prevista a produção de materiais audiovisuais para capacitações e aulas e a criação de um repositório de produções científicas do HU-UFGD, como, por exemplo, os Trabalhos de Conclusão de Curso das residências”, esclarece.

A chefe da Unidade, que é vinculada à Gerência de Ensino e Pesquisa do hospital, diz, ainda, que um dos projetos futuros é a implantação do serviço de teleconsultoria, a partir de parcerias com outras instituições. Além disso, será dada continuidade às agendas para participação em web e videoconferências com diversas redes de telessaúde, como a Rede Universitária de Telemedicina (Rute), que conta com núcleos de telemedicina e telessaúde distribuídos por todo o território nacional.

Para saber mais sobre a Unidade de Telessaúde do HU-UFGD: http://www.ebserh.gov.br/web/hu-ufgd/ensino-e-pesquisa/telessaude

Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares

Desde setembro de 2013, o HU-UFGD faz parte da Rede Ebserh. Estatal vinculada ao Ministério da Educação, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 39 hospitais e também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), financiado pelo MEC e pelo Ministério da Saúde, e que contempla ações em todas as unidades existentes no País, incluindo as não filiadas à Rede Ebserh.