Geral

É oficial: Argentina, Paraguai e Uruguai lançam candidatura por Copa de 2030

Em Buenos Aires, evento conta com presença do presidentes dos três países além dos comandantes da Fifa, Gianni Infantino, e da Conmebol, Alejandro Domínguez

Agora é oficial. Argentina, Paraguai e Uruguai formam uma candidatura conjunta para a Copa do Mundo de 2030. A intenção dos três países de sediar o Mundial era conhecida, mas, em cerimônia nesta quarta-feira, na Casa Rosada, sede do governo argentino, a proposta ficou concreta. Estiveram presentes no encontro os mandatários da Fifa, Gianni Infantino, da Conmebol, Alejandro Domínguez, e os presidentes dos três países: Mauricio Macri (Argentina), Horacio Cartes (Paraguai) e Tabaré Vázquez (Uruguai), além de membros dos governos das três nações.

O anúncio seria feito no mês passado, antes da partida entre Uruguai e Argentina, em Montevidéu. No entanto, o próprio Gianni Infantino requisitou presença no evento, que foi postergado para outubro. Embora tenha sido convidado, o dirigente máximo da Fifa não ficará em Buenos Aires para acompanhar a partida entre a seleção argentina e o Peru, nesta quinta-feira, pelas eliminatórias para a Copa 2018. O suíço desembarcou na capital argentina na manhã desta quarta, fez uma visita à Afa, e depois partiu para o almoço com os chefes de estado. Em entrevista coletiva após o encontro, o presidente argentino, Mauricio Macri, oficializou a candidatura.

– Ratificamos esse compromisso. Vamos ter o apoio da Conmebol. A região merece. O que se busca não é só dar lugar à paixão que compartilhamos, estamos sempre buscando novos projetos. Vamos fazer um grande Mundial.

A proposta é, até agora, a única para a Copa de 2030. O Uruguai não havia confirmado representantes no evento até a segunda-feira. Nos bastidores, corre a informação de que agradou muito aos uruguaios a entrada do Paraguai na candidatura, especialmente aos empresários do país. No entanto, os presidentes dos três países afastaram qualquer desentendimento.

– Reitero, apesar da ideia original vir do Uruguai, que nos convidou, quando propus incorporar o Paraguai, ele também disse “estou de acordo”. Não houve tal diferença. Ao Uruguai também foi positivo. Um Mundial com 48 equipes requer um esforço – declarou Macri.

A ideia de sediar a Copa do Mundo de 2030 surgiu, inicialmente, apenas no lado uruguaio, que gostaria de receber o Mundial 100 anos depois da primeira edição, que aconteceu no país. Com poucos recursos financeiros e estruturais para suportar tal evento, o Uruguai incorporou a Argentina à candidatura. O Paraguai só foi confirmado como um terceiro membro na proposta no mês passado. A ideia é que, no lado paraguaio, apenas Assunção seja utilizada como sede.

A China também se movimenta para se postular à uma das candidatas à Copa do Mundo de 20130. O Mundial anterior, de 2026, tem duas propostas em análise: candidatura conjunta de Canadá, Estados Unidos e México e outra de Marrocos. A Fifa anunciará, na véspera do primeiro jogo da Copa de 2018, quem sediará o torneio de 2026.